Moeda: - R$

Estudos Clínicos sobre a Hipnose 

90.6 % é a percentagem de sucesso relativa àqueles que conseguiram deixar de fumar graças à hipnose.

De entre 43 pacientes, que, consecutivamente, se submeteram a este género de tratamento, 39 declararam ter abandonado o consumo de tabaco nos períodos seguintes ao tratamento (entre 6 meses a 3 anos). Isto representa, portanto, uma taxa de sucesso de 90.6 %.

University of Washington School of Medicine, Depts. of Anesthesiology and Rehabilitation Medicine, Int J Clin Exp Hypn. 2001 Jul;49(3):257-66. Barber J.

 

87 % declararam abstinência relativa ao uso do tabaco, graças à hipnose

Um estudo que incidiu sobre 93 homens e 93 mulheres, pacientes de uma comunidade hospital de saúde mental, constatou, precisamente, que o uso da hipnose facilita o abandono do consumo de tabaco. Nos 3 meses seguintes ao tratamento, 86 % dos homens e 87 % das mulheres declararam uma abstinência contínua, relativamente ao consumo de tabaco.

Performance by gender in a stop-smoking program combining hypnosis and aversion. Johnson DL, Karkut RT. Adkar Associates, Inc., Bloomington, Indiana. Psychol Rep. 1994 Oct;75(2):851-7. PMID: 7862796 [PubMed - indexed for MEDLINE]

 

81 % declararam ter deixado de fumar após tratamento hipnótico

Trinta fumadores, ligados a uma instituição que visa promover os cuidados de saúde, foram referenciados pelo médico principal da mesma, para se submeterem a tratamento. Vinte e um pacientes regressaram, após uma consulta inicial, e foram submetidos a hipnose, no sentido de conseguirem abandonar o consumo de tabaco. No final do tratamento, 81 % desses pacientes declararam ter deixado de fumar. 48 % declararam abstinência no espaço dos 12 meses pós-tratamento.

 Texas A&M University, System Health Science Center, College of Medicine, College Station, TX USA. Int J Clin Exp Hypn. 2004 Jan;52(1):73-81. Clinical hypnosis for smoking cessation: preliminary results of a three-session intervention. Elkins GR, Rajab MH.

 

Pacientes que se submetem a Hipnose têm duas vezes mais probabilidade de deixar de fumar, nos dois anos seguintes ao tratamento.

Um estudo que incidiu sobre 71 fumadores demonstrou que no espaço de dois anos pós-tratamento, os pacientes que deixaram de fumar através do recurso à hipnose, têm duas vezes mais probabilidade de permanecerem afastados do consumo do tabaco, que aqueles que deixaram de fumar por sua própria iniciativa.

Guided health imagery for smoking cessation and long-term abstinence. Wynd, CA. Journal of Nursing Scholarship, 2005; 37:3, pages 245-250.

 

Hipnose revela-se mais eficaz do que produtos farmacêuticos, no combate ao consumo do tabaco.

As sessões de tratamento por hipnose, em formato de grupo, revelaram-se menos eficazes que o mesmo tratamento, mas individual. Todavia, as sessões de tratamento por hipnose em grupo, revelaram-se, mesmo assim, mais eficazes que os tratamentos por produtos farmacêuticos.

Ohio State University, College of Nursing, Columbus, OH 43210, USA Descriptive outcomes of the American Lung Association of Ohio hypnotherapy smoking cessation program. Ahijevych K, Yerardi R, Nedilsky N.

 

Hipnose mais eficaz, assim o diz o mais extenso estudo de sempre: 3 vezes mais eficaz que o adesivo, e 15 vezes mais eficaz que a força de vontade.

A hipnose é o meio mais eficaz para se conseguir deixar de fumar, de acordo com o mais extenso estudo de sempre, de natureza científica, que comparou os diferentes métodos e procedimentos que podem levar ao abandono do consumo de tabaco. Uma meta-análise, combinando, do ponto de vista estatístico, resultados de mais de 600 estudos, realizados entre 72.000 pessoas, oriundas da América e Europa, no sentido de poder comparar vários métodos que possibilitam o abandono do tabaco. Em média, a hipnose revelou-se três vezes mais eficaz que métodos e tratamentos relativos à subsituição de nicotina, e 15 vezes mais eficaz que tentar deixar de fumar sozinho, ou sozinha.

 University of Iowa, Journal of Applied Psychology, How One in Five Give Up Smoking. October 1992.

 Also New Scientist, October 10, 1992.)

           

Hipnose guarnecida de uma eficácia que supera as 30 vezes, relativamente à perda de peso.

Foram investigados os efeitos da hipnose na perda de peso, junto de 60 mulheres, pelo menos 20 % delas com excesso de peso. O tratamento incluiu terapia hipnótica em grupo, com metáforas para fortalecer o ego, bem como a capacidade de tomar decisões, e também aumentar a motivação. Exploração ideomotor em hipnose individual, e hipnose em grupo com sugestões de manutenção. A hipnose foi mais efetiva que um grupo de controlo: uma média de 17 lbs perdidas pelo grupo de hipnose, vs uma média de 0.5 lbs, perdidas pelo grupo de controlo, no seguimento do tratamento.

ochrane, Gordon; Friesen, J. (1986). Hypnotherapy in weight loss treatment.Journal of Consulting and Clinical Psychology, 54, 489-492.

 

Hipnose mais que duplicou a média de perda de peso

Estudo do efeito de adicionar hipnose a tratamentos cognitivo-comportamentais para redução de peso. Dados adicionais foram obtidos pelos autores de dois estudos. Análises indicaram que os benefícios da hipnose aumentaram substancialmente com o tempo.

 Kirsch, Irving (1996). Hypnotic enhancement of cognitive-behavioral weight loss treatments–Another meta-reanalysis. Journal of Consulting and Clinical Psychology, 64 (3), 517-519.

 

Hipnose demonstrou níveis de peso pós-tratamento significativamente mais baixos

Dois estudos compararam o excesso de peso em mulheres fumadoras e não-fumadoras, num programa de perda de peso, baseado na hipnose. Ambos os grupos atingiram perdas de peso significativas, bem como reduções no índice de massa corporal. Um estudo que se seguiu, relatou perdas de peso e reduções significativas no índice de massa corporal. A aversão ostensiva e o programa de hipnose proporcionaram, significativamente, pesos pós-tratamento mais baixos, bem como uma média de perda de peso superior.

Weight loss for women: studies of smokers and nonsmokers using hypnosis and multi-component treatments with and without overt aversion. Johnson DL, Psychology Reprints. 1997 Jun;80(3 Pt 1):931-3.

 

Um grupo de hipnoterapia com redução de stress alcançou, significativamente, mais perda de peso que outros dois tratamentos.

Um estudo controlado e paralelo de duas formas de hipnoterapia (direccionado para a redução de stress, ou redução de absorção de energia) vs aconselhamento dietético direcionado para 60 pacientes obesos, com apneia do sono obstrutiva, recebendo tratamento continuo de fornecimento de ar, por ventilação, através das vias nasais.

 J Stradling, D Roberts, A Wilson and F Lovelock, Chest Unit, Churchill Hospital, Oxford, OX3 7LJ, UK

 

A hipnose pode mais que duplicar os efeitos das abordagens tradicionais de combate ao excesso de peso.

Uma análise de cinco estudos relativos à perda de peso, publicado no Journal of Consulting and Clinical Psychology, em 1996, demonstrou que "a perda de peso reportada nos cinco estudos, indica que a hipnose pode mais que duplicar os efeitos das abordagens tradicionais de combate ao excesso de peso."

University of Connecticut, Journal of Consulting and Clinical Psychology in 1996 (Vol. 64, No. 3, pgs 517-519).

 

 A perda de peso é maior quando a hipnose é utilizada

 A pesquisa realizada com tratamentos cognitivo-comportamentais de perda de peso, estabeleceu que a perda de peso é maior quando a hipnose é utilizada. Foi igualmente concluído que os beneficíos da hipnose aumentam com o passar do tempo.

 Journal of Consulting and Clinical Psychology (1996)

 

A Hipnose Reduz a Frequência e a Intensidade das Enxaquecas

Comparados os tratamentos das enxaquecas por hipnose e por auto-hipnose, com o tratamento da enxaqueca pelo fármaco prochlorperazine (Stemetil), os resultados demonstram que o número de ataques e o número de pessoas que sofreram ataques de cegueira, foram significativamente mais baixos no grupo que recebeu hipnoterapia, em contraste com o grupo que foi tratado com prochlorperazine. Para o grupo em hipnoterapia, estas duas medidas foram significativamente mais baixas quando em hipnoterapia, que quando no tratamento anterior. Conclui-se que futuros testes de hipnoterapia justificam-se, em oposição a alguns outros tratamentos, não exclusivamente relacionados com a ingestão de comprimidos.

Anderson JA, Basker MA, Dalton R, Migraine and hypnotherapy, International Journal of Clinical & Experimental Hypnosis 1975; 23(1): 48-58.

 

A Hipnose Reduz a Dor, e Acelera a Recuperação Pós-Cirúrgica.

Desde 1992, temos utilizado a hipnose, regularmente, em mais de 1400 pacientes submetidos a cirurgia. Nós descobrimos que a hipnose utilizada em pacientes, como um suporte dos sedativos ministrados, e também da anestesia local, faculta ao paciente um maior conforto intra-operatório, com reduzida ansiedade, dor, requisitos intra-operativos para ansiolíticos e analgésicos, condições cirúrgicas óptimas e uma recuperação mais rápida do paciente. Nós reportámos a nossa experiência clínica e a parte fundamental da nossa pesquisa.

[Hypnosis and its application in surgery] Faymonville ME, Defechereux T, Joris J, Adant JP, Hamoir E, Meurisse M, Service d’Anesthesie-Reanimation, Universite de Liege, Rev Med Liege. 1998 Jul;53(7):414-8.

 A Hipnose Reduz a Intensidade da Dor

 A análise dos principais e simples efeitos, considerando tanto o grupo como a condição constante, revelou que a aplicação de analgesia hipnótica, reduziu as queixas de dor intensa, de forma significativamente superior às queixas e relatos de dor desconfortável.

Dahlgren LA, Kurtz RM, Strube MJ, Malone MD, Differential effects of hypnotic suggestion on multiple dimensions of pain.Journal of Pain & Symptom Management. 1995; 10(6): 464-70.

 A Hipnose Reduz a Dor de Cabeça e a Ansiedade

A melhoria referida foi confirmada pelos dados de avaliação subjectiva, reunidos com recurso a um questionário, e por uma significativa redução dos registos alusivos à presença de ansiedade.

Melis PM, Rooimans W, Spierings EL, Hoogduin CA, Treatment of chronic tension-type headache with hypnotherapy: a single-blind time controlled study.Headache 1991; 31(10): 686-9.

 

A Hipnose Reduziu a Dor Após o Tratamento de Lesões Relacionadas com Queimaduras

Os pacientes no grupo de hipnose relataram menos dor após o tratamento que os pacientes no grupo de controlo. Os resultados são utilizados para replicar estudos anteriores sobre dor hypnoanalgesia, associada a queimaduras, explicam discrepâncias na literatura, e sublinham a potencial importância da motivação junto desta população.

Patterson DR, Ptacek JT, Baseline pain as a moderator of hypnotic analgesia for burn injury treatment. Journal of Consulting & Clinical Psychology 1997; 65(1): 60-7.

 

A Hipnose Reduz a Dor do Membro Fantasma

Os procedimentos hipnóticos aparentam ser muito úteis, no sentido de estabelecer uma estratégia que contribua para o tratamento da dor do membro fantasma, e justificar-se-ia futura investigação, mais sistemática. Sugestões são providenciadas, alusivas aos factores que deverão ser considerados num programa de pesquisa mais sistemático.

 Treatment of phantom limb pain using hypnotic imagery. Oakley DA, Whitman LG, Halligan PW, Department of Psychology, University College, London, UK.

 

A Hipnose Tem um Impacto Confiável Relativamente À Dor Aguda e Crónica

A hipnose tem sido demonstrada como agente de redução da dor analógica, e estudos sobre os mecanismos laboratoriais de redução da dor, providenciaram aplicações úteis para populações clínicas. Estudos demonstrando a actividade do sistema nervoso central durante os procedimentos hipnóticos, fornecem informação preliminar, relativamente a possiveis mecanismos fisiológicos de analgesia hipnótica. Estudos controlados não sistemáticos com populações clínicas, indicam que a hipnose tem um impacto significativo e fidedigno na dor aguda procedural e condições de dor crónica. Questões metodológicas relativas a este corpo de pesquisa são debatidas, assim como métodos para melhor integrar a hipnose no tratamento da dor abrangente.

Hypnosis and clinical pain. Patterson DR, Jensen MP, Department of Rehabilitation Medicine, University of Washington School of Medicine, Seattle, WA USA 98104 Psychol Bull. 2003 Jul;129(4):495-521.

 

A Hipnose é um Instrumento Poderoso na Terapia da Dor, e Tem Natureza Biológica, Para Além De Psicológica

Na tentativa de elucidar mecanismos cerebrais que possam estar por detrás da analgesia hipnótica, medimos fluxo sanguíneo cerebral localizado, com tomografia emissora de positrões, em pacientes com fibromialgia, durante analgesia de natureza hipnótica, e induzida. Fizemos a mesma medição durante descanso desperto. Os pacientes experimentaram menos dor durante a hipnose que durante o descanso. O fluxo sanguíneo cerebral aumentou bilateralmente no córtex orbitofrontal e subcalosial cingulados, o tálamo direito, e o córtex parietal inferior esquerdo, e decresceu bilateralmente no córtex cingulado. O padrão de fluxo de sangue observado suporta noções de natureza multifatorial da analgesia hipnótica, com uma interação entra as dinâmicas cerebrais corticais e subcorticais. 

European Federation of Chapters of the International Association for the Study of Pain.

Functional anatomy of hypnotic analgesia: a PET study of patients with fibromyalgia. Wik G, Fischer H, Bragee B, Finer B, Fredrikson M, Department of Clinical Neurosciences, Karolinska Institute and Hospital, Stockholm, Sweden Eur J Pain. 1999 Mar;3(1):7-12.

 

Hipnose Útil nos Quartos das Emergências dos Hospitais

A hipnose pode ser um acessório útil no cenário dos departamentos de emergência hospital. A sua eficácia, em várias aplicações clínicas, tem sido referida em estudos controlados. Aplicações em queimaduras, dor, procedimentos pediátricos, cirurgia, apresentações psiquiátricas (coma, transtorno somatoforme, ansiedade, e stress pós-traumático) e situações ligadas à obstetrícia (hiperemese, e trabalho de parto) são descritos.

Emerg Med Clin North Am. 2000 May;18(2):327-38, x. The use of hypnosis in emergency medicine. Peebles-Kleiger MJ, Menninger School of Psychiatry and Mental Health Sciences, Menninger Clinic, Topeka, KS, USA. [email protected]

 

Significativamente Mais Dependentes de Metadona Abandonam o Vício Com Recurso a Hipnose. 94 % Permanecem Livres de Narcóticos

Diferenças significativas foram descobertas em todas as medidas. O grupo experimental tinha, significativamente, menos desconforto e uso ilícito de drogas, e uma quantidade de cessação superior, de valor igualmente significativa. Nos seis meses seguintes, 94 % dos indivíduos do grupo experimental, que tinham alcançado a cessção, mantiveram-se livres de narcóticos.

A comparative study of hypnotherapy and psychotherapy in the treatment of methadone addicts. Manganiello AJ, American Journal of Clinical Hypnosis, 1984; 26(4): 273-9.

           

Hipnose Demonstra Uma Taxa de Sucesso de 77 Por Cento, Relativamente À Dependência de Drogas

O tratamento foi usado com 18 clientes nos últimos 7 anos e demonstrou uma taxa de sucesso de 77 por cento, pelo menos no primeiro ano que se seguiu. 15 sofriam de alcoolismo, ou abuso de álcool, 2 clientes estavam a ser tratados no âmbito de dependência de cocaína, e 1 cliente sofria do vício de marijuana.

Intensive Therapy: Utilizing Hypnosis in the Treatment of Substance Abuse Disorders. Potter, Greg, American Journal of Clinical Hypnosis, Jul 2004.

Aumento da Auto-Estima e da Serenidade. Redução da Impuslvidade e da Irritação.

Num estudo que incidiu sobre a auto-hipnose para prática de prevenção de recaídas relacionadas com dependentes crónicos de álcool e drogas. Os participantes foram 261 veteranos, admitidos no Substance Abuse Residential Rehabilitation Treatment Programs (SARRTPs). Os indíviduos que fizeram uso continuado da auto-hipnose, * pelo menos 3 a 5 vezes por semana, * durante as 7 semanas que se seguiram, reportaram o mais alto nível de auto-estima e serenidade, e o menor nível de irritação e impulsividade, em comparação com a prática mínima e grupos de controlo.

American Journal of Clinical Hypnotherapy (a publication of the American Psychological Association) 2004 Apr;46(4):281-97)

 

Hipnose Para Tratamento de Dependência de Cocaína Estudo de Casos Documentados

A hipnose foi utilizada com sucesso para ultrapassar uma dependência de cocaína de $500 (cinco gramas) por dia. A pessoa em causa foi uma mulher na casa dos 20 anos. Após, aproximadamente 8 meses dependente da droga, ela decidiu usar a hipnose na tentativa de vencer essa dependência. Ao longo dos 4 meses seguintes, ela usou a hipnose três vezes por dia, e no final do período, a sua dependência tinha cessado, e ela tem estado livre de drogas ao longo dos últimos 9 anos. A hipnose foi a única intervenção, e nenhuma rede de suporte, de qualquer género, estava disponível.

The use of hypnosis in cocaine addiction. Page RA, Handley GW, Ohio State University, Lima, OH USA 45804. American Journal of Clinical Hypnosis, 1993 Oct;36(2):120-3.

 

Cura de Fractura 41 % Mais Rápida

Recuperação de cirurgia significativamente mais rápida. Dois estudos da Harvard Medical School demonstrou que a hipnose reduz significativamente o tempo que demora a recuperação.

Estudo Um: Seis semanas após uma fratura do tornozelo, aqueles presentes no grupo de hipnose demonstraram o equivalente a oito semanas e meia de recuperação.

Estudo Dois: Três grupos de pessoas estudadas após cirurgia de redução de seios. O grupo da hipnose curou "significativamente mais rápido" que o grupo de suporte e apoio, e também que o grupo de controlo.

Harvard Medical School, Carol Ginandes and Union Institute in Cincinnati, Patricia Brooks, Harvard University Gazette Online at http://www.hno.harvard.edu/gazette/2003/05.08/01-hypnosis.html .

Fonte: http://www.hypnotherapyboard.org/research-statistics-on-the-effectiveness-of-hypnosis-with-citations/